Dizia-se que andava uma Abentesma a assombrar o Ermo dos Três Cabeços e isso era razão suficiente para que a SIC Radical produzisse mais um episódio “Mitos de Portugal”, transmitido em directo para todos os assinantes do canal do Youtube. Quem se pusesse on-line nessa altura veria um repórter suado, apesar do frio serrano, a apontar a câmara para si, lavado em lágrimas:

                – E como podem ver, corresponde à descrição do Lima de Freitas: Uma alma penada, vestida de batina negra que, cada vez que se olha, fica maior – sussurrou, não se atrevendo a olhar por cima do ombro. – Por razões de segurança, só o iremos filmar uma vez mais. Não nos podemos arriscar a que ele fique grande de mais.

                Quando o repórter virou a câmara, tudo era negro em seu redor. Ouviu-se um grito. A câmara caiu no chão. Do repórter nunca mais se soube nada. O céu nocturno desapareceu, coberto por um enorme corpo negro que não parava de crescer. No Youtube, o número de visualizações ultrapassava os 5000.

Anúncios