Ingredientes:

– Túbaros de Troll;

– Vinagre para lavagens;

– 6 Colheres de sopa de azeite;

– Sal q.b.;

– Sumo de 1 limão;

– 1 Molho de folhas de dente de leão;

– 1 Pitada de erva-do-bode;

– 2 Dentes de alho;

– 2 Tomates;

– 1 Copo de vinho tinto;

– 1 Colher de sobremesa de gengibre moído;

– 400 gr. de batata nova;

Recolha e pré-preparação dos Túbaros:

Cozinhar deliciosos túbaros de troll envolve alguma desenvoltura e perícia. Primeiro é preciso escolher uma das variedades de troll disponíveis: montanhês, cavernoso ou suburbano. Para cozinhar esta iguaria sugiro o troll das montanhas, uma vez que é o que fornece a melhor matéria-prima pela variedade de alimento que ingere (animal, vegetal e outras), proporcionando carne mais esponjosa e macia.

Depois é preciso caçá-lo. Contudo, a opção mais cómoda é comprar os túbaros ao caçador de troll. De preferência já arranjados e bem chamuscados, sem resquícios de pele ou pêlo, e vigorosamente esfregados em vinagre.

Modo de Preparação:

Túbaros macios requerem duas frituras separadas. Na primeira cortam-se os ditos em fatias grossas e fritam-se em azeite fervente. Deixa-se escorrer muito bem, aconselhavelmente durante vinte e quatro horas, para retirar toda a gordura excedente.

As fatias são então cortadas em pequenos cubos que se temperam com sal, sendo embebidos em limão, dente de leão (pelas suas propriedades depurativas) e uma pitada de erva-do-bode (pelas propriedades vasodilatadoras que de nada servem ao bicho mas sim ao degustador).

Vinte e quatro horas depois, estão prontos para a segunda fritura. Num tacho, prepara-se um refogado com azeite e alho, e juntam-se os túbaros. Deixa-se apurar.

Junta-se tomate cortado aos bocados, um copo de vinho tinto, e gengibre moído no momento, para adicionar aquele travo picante e ajudar as suas propriedades anti-inflamatórias. Tapa-se o tacho e deixa-se estufar os túbaros no molho, até ficarem bem tenros. Prova-se a carne, antes de interromper a fritura, para rectificar os temperos.

Os túbaros estão prontos a comer quando os cubos apresentarem uma consistência macia, uma tonalidade castanho-escura e um sabor semelhante a frango do campo.

Servem-se numa cama de batatas assadas no forno… só para lhes fazer inveja.

Benefícios nutricionais:

As qualidades regenerativas dos túbaros e das ervas envolvidas no processo de confecção contribuem para a melhoria da circulação sanguínea do degustador. Uma receita rica em cálcio, que é bastante calórica, potenciando o desempenho cardiovascular e aumentando a resistência física dos comensais.

FC_troll

Anúncios